O que deu no New York Times?

A partir de 2011, é praticamente certo que o New York Times irá cobrar pelo acesso parcial ao contéudo on line da publicação. A justificativa é baseada na queda de receita da publicidade em versões impressas. Alternativas foram estudadas antes de se adotar tal medida, porém, é sempre lamentável quando um conteúdo, de interesse público, se torna restrito para a população.

Esse episódio apenas confirma o que todos já sabem: não há mágica para manter um negócio funcionando o tempo todo, com a qualidade necessária, sem retorno financeiro. Isso é tão antigo quanto a própria citação “We can try to understand the New York Times’ effect on man” (Nós podemos tentar entender o efeito ‘NYT’ no homem) na música dos Bee Gees (Staying Alive). Por outro lado, para uma empresa permanecer viva, é preciso mais que recursos financeiros; é preciso olhar para pessoas e para o meio ambiente. Papo-cabeça?  Ha, ha, ha, ha, ha, staying alive, staying alive…

Anúncios

Tags:, ,

About Luiz Santiago

Profissional de Comunicação Corporativa e Marketing.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: