Arquivo | Comerciais de TV RSS for this section

Melhor entrar em forma

Comercial em versão extendida.

What?

Hoje é o Dia do Publicitário. Parabéns a todos esses profissionais pela data. E não tente entender por que o ator Rodrigo Santoro fala inglês no comercial da Havaianas, que estreou domingo, dia 29, mas não pronuncia uma só palavra naquele idioma, no também novo filme publicitário da Wise Up.

Criação: AlmapBBDO. 

E lá vem o sol

A Tropicana (PepsiCo) é uma das marcas de sucos mais vendidas no Reino Unido. Na semana passada, apoiada por uma campanha de TV e uma ação no Facebook, em que distribuiu mais de 1.000 litros de seus produtos, a marca surpreendeu a população londrina: simulou nada menos que o “nascer do sol” na praça Trafalgar Square.

Vale também conhecer o filme publicitário que saúda a chegada de uma nova manhã e enfatiza a mensagem de se ter um bom dia e estar acordado para viver a vida:

Para ver a montagem da estrutura para simulação do nascer do sol, clique aqui.

Diferença uma a uma

“Vinte e nove diferenças que realmente fazem a diferença, somente no Center Parcs“. Essa é a nova campanha da agência Duval Guillaume Modem (Antuérpia, Bélgica) para a rede europeia, cujos parques representam uma espécie de clube ou colônia de férias, com toda a infra-estrutura para se passar um dia ou mesmo o final de semana com toda a família.

Entre as 29 diferenças está a atração Wild Water Rapid River, com muita diversão e velocidade para as crianças, porém com total segurança, quesito que os pais, neste filme publicitário, parecem não ter:


Neste outro comercial, o destaque fica para as enormes janelas das acomodações do empreendimento, mas que permitem total privacidade, algo que no dia a dia deste personagem não existe, a começar por ter de encarar seu vizinho a toda hora:

Para dizer a verdade, o que mais gostei na campanha foi a trilha sonora.

Carona em sucessos rápidos

É provável que você já tenha visto o comercial ‘Uni Duni Te’ do Novo Uno da Fiat na época de seu lançamento. A novidade é que ele voltou ao ar neste final de semana, repaginado, com a  trilha de “Ai, se eu te pego”, com Michel Teló. Em uma semana em que celebridades-relâmpago ganharam destaque na mídia, não seria estranho entender a razão da escolha do rapaz.

Se o trabalho parece ter sido “requentado”, vale a pena visitar a página do Novo Uno e conferir o que a Leo Burnett Tailor Made e a AgênciaClick Isobar reservaram para esta ação da Fiat.

Com informações do Estadão.com.

Cadê você, Regina?

Neste comercial para a Vivo, o pai diz que Luiza merece “a melhor cobertura”, mas, no final, anuncia: me ajude a trazer de volta a “Regina, que está na Alemanha”. Espero que a onda não pegue, pois o modelo já esgotou.

Agência: Africa

Pega, ladrão!

Uma boa ideia (na verdade, um pouco forçada, mas que funciona) da YR Amsterdam para evidenciar uma característica das TVs LG .

Bronca é para todos

“Obrigado por nos tratar como pessoas normais”. Não precisa dizer muito mais neste vídeo da israelense Akim (Association for the Habilitation of Children and Adults with Intellectual Disabilities).


Criação da agência Shalmor Avnon Amichay/Y&R Interactive (2011).

Volta, Luiza!

Tinha tudo para ser apenas mais um comercial sobre lançamento imobiliário na Paraíba, mas pela frase hilária – e dispensável –  “(…) menos Luiza, que está no Canadá”, o vídeo se tornou um novo sucesso na Internet. Até o cantor Lenine já fez referência a esse novo hit em seu show em João Pessoa (PB). E, claro, não podia faltar evento de recepção à ilustre brasileira via Facebook…

Imagem da página do evento no Facebook

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com a colaboração de Ariane Macharelli e Guilherme Lima e informações do Portal Terra 

Wheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

Finalizando 2011, a seguradora norte-americana Geico colocou no ar um novo comercial com um porquinho para lá de entusiasmado que parece se divertir muito em alta velocidade. Ao menos, é criativo…

Em 2010, outro vídeo com o mesmo personagem alcançou mais de 9 milhões de visualizações:

Não é o que você pensou

Meio ambiente, natureza, fontes renováveis de energia. Se você não conhece o comercial abaixo, produzido na Austrália, assista até o fim para descobrir qual o produto que realmente é anunciado.

Beba Kate, Luke, Matt…

Na Austrália, a Coca-Cola lançou uma ação de verão colocando alguns dos nomes mais populares daquele país, em torno de 150 aproximadamente, em milhões de garrafas e latas do refrigerante. A ideia é incentivar as pessoas a encontrarem seus nomes e “compartilharem” a bebida com um bom amigo, um velho amigo ou até mesmo um novo amigo. Em alguns locais, como shopping centers, é possível personalizar a embalagem caso o nome não esteja entre aqueles utilizados para esta ação.

O site é o www.shareacoke.com.au e tem como base a rede social Facebook. Um dos comerciais utilizados para promover a campanha é este:

Qual será a sua melhor lembrança?

Da mesma forma que as organizações precisam se pautar por atitudes éticas e preservar a sua memória para ter do que se orgulharem, as pessoas devem pensar sobre quais realizações, pautadas em sua liberdade de escolha, vão querer se lembrar no futuro. O novo comercial da Honda é simples, mas traz um breve momento de reflexão sobre o que fazemos ou deixamos de fazer na vida.

Sorte e amizade

Excelente produção de 2010 da agência neozelandesa DDB para o cliente NZ Lotteries, com trilha de Nick Cave (“To be by your side”). Após conferir que o bilhete está premiado e comemorar com seu cão, um imprevisto acontece e os dois amigos se separam. Bom desfecho. Vale conferir.

Razões para acreditar

Os números não mentem. Há mais razões para acreditarmos que nem tudo está perdido. Bela campanha da Coca-Cola para 2011…

Enquanto o mundo perde a forma

Está no ar uma nova versão para este jingle da Chevrolet, mas nada supera o original.

Não está bom? Troque!

Ser ridículo é uma questão de opção…

Popular e adaptada

Surgida nas “raves de psy trance no Brasil”, segundo registros em sites como o Wikipedia, a dança “Rebolation” rapidamente virou hit no YouTube e ganhou uma versão gravada pela banda Parangolé, popularizando o ritmo e a canção. Incrível é constatar que o apelo popular também caiu no gosto da publicidade, o que é fácil compreender, como nestes dois comerciais da Redecard e Assolan:

Acelerou sem sair do lugar

Tecnologia de “combustível limpo” é bom para o meio ambiente. Mas por que usar uma tentativa de suicídio como tema para vender um Audi? É esse o perfil de quem compra um? Um dos principais benefícios do produto pode ser percebido numa garagem de concreto?

Mais que jingles: histórias!

Hélio Ziskind, um gênio musical. Alguém discorda?

Toque Mágico (J&J)

Cachinhos (J&J)

Centopéia (Grendene)

Banho é Bom (Ratimbum)

… show ao vivo. Esse é o “cara”:

Colisão em câmera lenta

Respeitar a velocidade e ter cuidado em cruzamentos são dicas sempre necessárias, como nesta campanha lançada recentemente por uma companhia  canadense de seguros de automóveis:

O frango dançou

Novo microondas da Samsung. Animação gráfica bem feita para uma marca forte. Por outro lado, uma ideia triste. Há quem defenda que não é preciso sacrificar animais para a alimentação, ainda mais quando um frango vivo ensaia alguns passos de dança para virar um “assado” na sequência…

Quanto mais complicado, melhor

Talvez seja o único caso de uma empresa que admite trabalhar para “infernizar” a vida de seus clientes. Literalmente. Ótimo comercial.