Tag Archive | twitter

Evento de Comunicação Interna: ganhe uma inscrição

[inscrições p/ sorteio já encerradas em 16/12, às 15h30]

Como palestrante do evento “Estruturação, Implementação e Gestão de um Plano de Comunicação Interna”, recebi a cortesia de uma inscrição. O evento acontecerá em São Paulo (SP), nos dias 17 e 18/1, segunda e terça-feira. Mais detalhes no site do evento, neste link.

Decidi sortear essa cortesia para um dos meus seguidores no Twitter. Valerá  entre aqueles que ‘retuitarem’, a partir de agora, a seguinte mensagem, já incluindo as hashtags (caso utilize o botão ‘tweet’ disponível no final da página deste post, copie e cole a mensagem abaixo para substituir o texto padrão):

 “Treinamento em Comunicação Interna? Eu quero ir! – http://migre.me/2XrnC  #promo @pmkt

Vale lembrar que se trata de uma cortesia apenas para a participação de uma pessoa nos dois dias do evento e não há nenhuma outra cobertura para despesas, como transporte ou hospedagem. A iniciativa é do palestrante e não do organizador (IIR Gestão Master) que, a seu critério, poderá cancelar o evento por falta de quórum mínimo ou por outras razões. A cortesia não constitui nenhuma obrigação entre as partes envolvidas, caso o evento não ocorra.

Podem participar  os que seguirem as regras descritas anteriormente e respeitarem as condições do sorteio, bastando retuitarem a mensagem até as 15h30 desta quinta-feira, dia 16/12. Resultado no mesmo dia, a partir das 17h00.

Yes, we can!

Presente em mais de 53 mil listas no Twitter e com quase 3,5 mihões de seguidores, há que se reconhecer que Barack Obama utilizou bem as redes sociais na época que antecedeu sua eleição e até hoje continua fazendo uso para governar e se comunicar em busca de apoio. A reforma da saúde, uma de suas prioridades, foi aprovada no congresso americano na segunda-feira, 22/3. Horas antes dessa votação, Obama lançou mão do Twitter e enviou mensagens pedindo aos eleitores pressão nos seus representantes para aprovação da reforma.

Como lembra este vídeo de 2008, que mistura música ao discurso do presidente norte-americano, “yes, we can!”:

Tipos esquisitos

Em 2009, três jovens norte-americanos decidiram criar um blog, por brincadeira, para postar algumas fotos dos “tipos esquisitos” que viam frequentar as lojas da rede Walmart, nos Estados Unidos. O que era para ser uma diversão passageira acabou por ganhar cada vez mais repercussão e se transformou numa espécie de rede colaborativa. É que jovens de outros estados norte-americanos passaram a fotografar pessoas nas demais lojas da rede varejista e postá-las como contribuições no blog.

O projeto ganhou uma dimensão um pouco maior e o blog, agora, tem novas seções, inclusive uma de loja virtual com produtos que levam a marca “People of Walmart”, nome original do blog. Os próprios administradores desse inusitado serviço alertam que a iniciativa nada tem a ver com o Walmart original – e até informam o endereço do site da rede de hipermercados para o visitante.

Se isso vai adiante, não sei dizer. O Walmart, até onde pude pesquisar, não se pronunciou a respeito, mas o blog “People of Walmart” já tem mais de 31 mil seguidores no Twitter e quase 460 mil fãs no Facebook. O mais interessante é que a loja virtual walmart.com, anunciante de links patrocinados no Brasil, se beneficia das visitas locais ao endereço daquele blog que, em princípio, nada acrescenta à reputação da marca.

Loiras geladas

Na semana passada, a propaganda esteve em alta para a promoção de uma cerveja. Sob o tom “bem misteriosa”, a campanha do produto incluiu um comercial de TV em que uma loira, em ângulos que impediam a revelação de sua identidade, era fotografada por um rapaz que a observava de um apartamento em frente ao dela. Para aguçar ainda mais a curiosidade,  o filme publicitário terminava com o endereço www.bemmisteriosa.com.br:

Para o visitante, o site apenas mostrava o desenho de uma fechadura com uma parte da imagem da moça do comercial. A estratégia contemplou a rede social Twitter. Na prática, quanto mais ‘tweets’ com a hashtag ‘#bemmisteriosa’ o usuário postasse, maior ficaria a abertura da fechadura, aproximando a revelação da loira e do produto. 

Houve até quem adiantasse a data do setup do computador para observar os dias seguintes e a fechadura com um tamanho já maior. Deu certo, mas a identidade da loira e do produto não foi mostrada. A revelação que ocorreria somente no dia 12, foi antecipada à imprensa no dia 10, já que alguns blogueiros mataram a charada. A loira era Paris Hilton e a cerveja, a ‘Devassa – Bem Loura’ do Grupo Schincariol. Este é o filme exibido na sexta-feira, 12, no intervalo do Jornal Nacional:

Fora isso, a ‘Devassa – Bem Loura’  baixou como a cerveja oficial do sambódromo do Rio de Janeiro e de São Paulo. No Rio, teve direito até à presença da própria Paris Hilton que, para variar, já está hoje, na mídia, em cenas inusitadas de sua participação no camarote do patrocinador. É bom dizer: o rótulo leva a marca ‘Devassa – Bem Loura’, o que, a princípio, não deveria se confundir com a marca ‘Devassa’, cerveja artesanal, da própria Schin.

Aliás, as cervejarias Devassa seguem um sistema de franquia parecido com o da Brahma. É certo que a promoção da nova cerveja contribua para acelerar este modelo de negócios. Em tese, o público das cervejarias Devassa é A, AB, enquanto o da Brahma é A, B, C. Veja este vídeo da Exame de 2008:

Em tempo: vale lembrar que a popular Nova Schin tem bom desempenho na região nordeste, o que parece não acontecer no sudeste. A ‘Devassa – Bem Loura’ dá sinais, portanto, de disputar um mercado de consumidores com maior poder aquisitivo, com distribuição inicial no Rio e São Paulo.

Morrer de rir

O uso de hashtags já se tornou muito comum no Twitter. Trata-se de uma espécie de etiqueta (tag) adicionada ao ‘tweet’ desse microblog para facilitar a localização de um mesmo assunto postado por diferentes pessoas (segue o padrão “#” + palavras sobre o tema). Quanto mais utilizadas, mais chances de serem vistas por outros usuários no ranking de tópicos mais comentados.

Talvez a hashtag mais lembrada seja a “#forasarney”, em que usuários do Twitter pediam a saída do senador José Sarney de suas atividades no Congresso Nacional. Uma mais recente e, com o devido respeito à profissional envolvida, virou piada em pouco tempo. Foi a hashtag #soniaabraofacts. O vídeo, a seguir, ilustra como tudo isso começou. A dica é da colega e jornalista Drika Valeriano.

Tuiteiros: lancem um livro!

TweetBookz é um serviço para quem usa o Twitter e deseja transformar em livro todos os ‘tweets’ já postados. Há algumas formas possíveis para personalização do ‘livro’, que acredito se parecer mais com um livreto, pois cada ‘tweet’ ocupa uma página.

Quem quiser aproveitar a dica para ter seu livro ou mesmo presentear alguém com um ‘TweetBookz’ , vai desembolsar, no mínimo, algo entre 28 e 38 dólares, que é a diferença para o livro de capa dura ou não.

Clique na imagem acima para visitar a página dessa empresa e conhecer mais a respeito ou  no vídeo a seguir para outras informações. Não posso recomendar a ninguém, pois não usei o serviço para ver se funciona, mas registro aqui para mostrar como as pessoas criam ideias lucrativas a partir de serviços existentes como o próprio Twitter.

Twitter: vai me seguir?

Desde a semana passada passei a utilizar o Twitter, cujas atualizações podem ser visualizadas aqui mesmo neste blog. A ideia do Twitter é responder “O que você está fazendo agora”, em um texto de, no máximo, 140 caracteres.

A verdade é que o Twitter, uma espécie de microblog, já é utilizado para falar de muitos outros assuntos e não propriamente sobre o que a pessoa está fazendo. Até diversas empresas já adotam o mesmo sistema como um novo canal de divulgação de promoções. Com textos mais diretos, o que tenho constatado é que esta ferramenta é também uma grande oportunidade para trocar informações e conhecimentos.

Sendo assim, vamos em frente!